Chandon: conheça a marca do grupo LVMH

Tempo de leitura: 16 minutos

Conheça melhor a nobreza do espumante Chandon, sua história, características, processo de elaboração de alto padrão que conta com as variedades nobres das cepas Chardonnay e Pinot Noir, a partir de mudas importadas da França e que se adaptaram ao microclima local e entenda de onde vem tanta elegância e frescor.

Chandon: conheça a marca do grupo LVMH

História da Chandon no Brasil

Em 1973, a Maison Moët & Chandon decide apostar no potencial vitivinícola brasileiro e inaugura a Chandon em Garibaldi, no Rio Grande do Sul.

Além do Brasil, a Chandon também é produzida em outros 03 países: Austrália, Califórnia e Argentina.

Estes 04 países são especializados em espumantes naturais da Moët Hennessy, a divisão de vinhos e destilados do grupo francês LVMH (Moët Hennessy Louis Vuitton).

Os primeiros espumantes Chandon foram lançados no mercado brasileiro em 1978.

O investimento cresce e se consolida. Atualmente, a empresa é líder absoluta no segmento de vinhos espumantes naturais de luxo.

Chandon: conheça a marca do grupo LVMH

A Chandon encontrou na Serra Gaúcha o Terroir perfeito!

Uvas de qualidade é o pré-requisito indispensável para um bom vinho espumante natural. E elas só brotam com todo o seu esplendor, se o solo e clima forem favoráveis.

A Vinícola Chandon está situada na pequena cidade de Garibaldi, localizada no nordeste do Estado do Rio Grande do Sul, a 110 quilômetros de Porto Alegre.

Essa região da serra gaúcha é conhecida pelas características de suas uvas e pelo alto potencial para a elaboração de vinhos espumantes de qualidade.

Chandon: conheça a marca do grupo LVMH

O microclima local, temperado e de noites frescas, proporciona a lenta maturação e desenvolvimento de bons níveis de açúcar e de acidez da uva, que, posteriormente darão origem à fineza aromática e ao frescor do produto.

Este potencial vinícola, aliado à cultura do vinho na região, levou a Maison Moët & Chandon a escolher Garibaldi, em 1973, para instalar seus vinhedos e sua adega.

A ideia era elaborar vinhos espumantes naturais com o mesmo padrão de alta qualidade que tornou a francesa Maison Moët & Chandon e seus champagnes famosos no mundo inteiro ao longo de quase três séculos.

Chandon: conheça a marca do grupo LVMH

Chandon e seus Vinhedos

A uva é a alma do espumante. Por esta razão, a Chandon alcança o máximo proveito de sua experiência e sua técnica para obter os melhores frutos.

Em seus vinhedos, são cultivadas variedades nobres das cepas Chardonnay e Pinot Noir, a partir de mudas importadas da França e para aqui adaptadas.

O Riesling Itálico, já cultivado na região, foi melhorado e incorporado aos assemblages.

As videiras são plantadas verticalmente, cujo sistema é denominado espaldeira.

O recurso é empregado com êxito na França como o mais apropriado para a obtenção de uvas de qualidade superior para os champagnes.

Além disto, a condução das videiras é em lira, que permite melhor aproveitamento da luminosidade natural, cujo reflexo é a maior concentração de açúcares na uva.

Chandon: conheça a marca do grupo LVMH

A importância do Vinho Base para a Chandon

Um grande vinho base é a chave para um bom vinho espumante natural. E a explicação é simples: se ele for de boa qualidade, suas virtudes serão realçadas no produto quando pronto.

Esse padrão é seguido à risca pela Chandon. Por isso, o processo de vinificação é cauteloso, e a busca pela perfeição nele é constante.

Chandon: conheça a marca do grupo LVMH

A arte do Assemblage Chandon

O assemblage significa a harmonização de diversos vinhos de uma mesma região, geralmente de diferentes safras e variedades de uvas.

Eis um dos segredos da Chandon.

O desafio é reunir o melhor de cada amostra e obter um conjunto com qualidade superior à dos vinhos individualmente.

Sendo assim, o assemblage nada mais é que uma combinação de ciência e arte, e não apenas de técnica.

Ao enólogo, cabe saber apreciar as características de cada vinho base, eliminar aqueles que não atingiram o nível de fineza e equilíbrio necessários, e acompanhar a evolução dos melhores ao longo de vários anos.

Para isso, a Chandon avalia todos os seus vinhos, desde a sua criação até a sua maturação.

A degustação é a principal ferramenta nesse processo.

O maior desafio é conseguir antecipar quais serão as qualidades finais de cada vinho, quando parte integrante e inseparável do produto pronto.

E é por todo esse empenho, que os espumantes da Chandon apresentam-se com alta qualidade, atingindo assim o apogeu da categoria de espumantes premium do país.

Sobre o grupo em que a Chandon faz parte – LVMH

O grupo LVMH – Moët Hennessy Louis Vuitton, o maior conglomerado de produtos de luxo do mundo, do qual a Chandon faz parte, nasceu em 1987, resultado da união dos grupos franceses Louis Vuitton (fundado em 1854) e Moët Hennessy (procedente do champagne Moët & Chandon, fundado em 1743, e do cognac Hennessy, de 1765).

Com a união, passaram a pertencer a um só grupo os champagnes Dom Pérignon, Krug, Moët & Chandon, Veuve Clicquot, dentre outros nomes fortes do segmento de bebidas de luxo.

O grupo francês também atua nas áreas de moda, perfumes e cosméticos, relógios e distribuição seletiva.

Entre as suas principais marcas estão Louis Vuitton, Christian Dior, Givenchy, DKNY, Fendi, Kenzo, TAG Heuer, e a Chandon.

Chandon: conheça a marca do grupo LVMH

Como Armazenar o espumante Chandon

Os espumantes são vinhos jovens, indicados para serem apreciados em um curto espaço de tempo após serem enviados para comercialização.

De qualquer forma, o cuidado na conservação das garrafas em casa é a melhor garantia de que as borbulhas vão brilhar na taça e que os aromas e os sabores chegarão ao seu ápice.

Luminosidade excessiva e fortes variações de temperatura, por exemplo, são capazes de prejudicar a qualidade do produto.

Em condições ideais de armazenamento, a garrafa pode ser guardada por tempo indeterminado.

Algumas dicas para o armazenamento:

  • Conserve sempre a garrafa em temperatura constante, entre 10 e 20°C;
  • Mantenha as garrafas longe da luz, das trepidações e dos odores fortes;
  • Garanta que o local tenha uma certa renovação do ar, o que evita a formação de mofo.

Chandon: conheça a marca do grupo LVMH

Temperaturas de Degustação para o Espumante Chandon

A temperatura correta garante a melhor apreciação de seu espumante Chandon, com a liberação de todos os seus aromas.

O ideal é degustar o espumante entre 6 e 8°C.

O balde é a melhor opção para que a Chandon seja resfriada. Encha-o com metade gelo, metade água, e deixe a garrafa dentro durante 30 minutos, garantindo assim o resfriamento uniforme.

A geladeira também pode ser usada, porém, evite o freezer.

Após quatro horas de geladeira, a garrafa atingirá a temperatura ideal de serviço.

A Extração da Rolha

A pressão interna das garrafas, resultado do gás carbônico em seu interior, torna necessário o cuidado na hora de manusear a Chandon.

O ideal é não chacoalhar a garrafa, e evitar abri-la caso não esteja previamente resfriada.

O passo-a-passo para tirar a rolha é simples:

  • Retire a parte superior da cápsula com cuidado, usando o indicativo que indica a abertura, a fim de obter um corte nítido embaixo do anel;
  • Retire o arame (gaiola) e em seguida a rolha, afrouxando-a apenas com movimentos de rotação da garrafa;
  • Segure a rolha com o dedo polegar para que a abertura da garrafa seja discreta.

Chandon: conheça a marca do grupo LVMH

Taça indicada para servir o espumante

A taça ideal para degustar a Chandon é a do tipo flute, alongada, de cristal ou vidro transparente.

Na hora de servir, a taça deve estar seca e nunca mergulhada em gelo picado ou previamente resfriada.

Inicialmente sirva uma pequena quantidade, espere baixar a espuma e complete com no máximo dois terços da taça.

Depois de usá-las, lave as taças com pequena quantidade de detergente, enxágue-as com muita água e seque-as bem. Guarde-as em local isento de odores fortes.

Sobre o Chandon Baby – O mini espumante queridinho entre os noivos

Já falamos em outra oportunidade, o quanto principalmente os noivos, estão aderindo ao mini espumante na hora de presentear os padrinhos, convidados, pais dos noivos, quer seja através de uma lembrança juntamente com o convite ou até mesmo na pista de dança.

Mas o destaque é, sem dúvida, o Chandon Baby, o queridinho, o mini espumante Chandon.

Ele se destaca, não só pela sua graciosidade e praticidade, mas também pela qualidade incomparável Chandon, onde você pode ter o melhor, em uma embalagem que atrai e agrada a maioria.

Chandon: conheça a marca do grupo LVMHDisponíveis nas versões:

  • Espumante Baby Chandon Riche Demi-Sec 187ml;
  • Espumante Baby Chandon Brut Rosé 187ml;
  • Espumante Baby Chandon Réserve Brut 187ml.

Conheça os Espumantes da Vinícola Chandon, produzidos na Serra Gaúcha

Espumante Chandon Réserve Brut

Chandon: conheça a marca do grupo LVMH

Resultado da harmonização das melhores uvas Chardonnay, Pinot Noir e Riesling Itálico, o Chandon Réserve Brut revela uma grande sutileza aromática lembrando frutas cítricas, maçã verde e frutas secas em um paladar perfeitamente equilibrado.

Elaborado a partir do clássico “assemblage” de três variedades da Serra Gaúcha: Riesling Itálico, Chardonnay e Pinot Noir. Caracteriza-se por sua delicada cor amarela com reflexos dourados, sua espuma abundante e persistente com formação de um colarinho no contorno da taça e seu “perlage” de borbulhas finas, ativas e numerosas.

O aroma apresenta características florais (flores brancas) e frutadas (cítricos, maçã e um toque de abacaxi) com uma nuance de pão fresco. O paladar começa por um ataque franco de uma acidez equilibrada, continua com uma nítida sensação de redondeza e frescor; e finaliza com notas de frutas secas e cítricas com uma persistência média.

É apropriado como aperitivo e para acompanhar toda a refeição. Destaca-se com peixes grelhados, frutos do mar, saladas de verão e tem uma harmonização toda especial com sushis e sashimis.

Tamanhos: Baby (187 ml); Meia Garrafa (375 ml); Garrafa (750 ml); Magnum (1,5 L) e Jeroboam (3 L).

Harmoniza com:
  • Aperitivos e entradas;
  • Frutos do mar (cru, grelhado ao vapor);
  • Massas e Risotos;
  • Aperitivo com ou sem amuse-bouches;
  • Ostras frescas;
  • Saladas com dominante de folhas verdes;
  • Sushis e sashimis;
  • Queijos leves.

Espumante Chandon Rosé Brut

Chandon: conheça a marca do grupo LVMH

Reluzente e sedutoramente cor-de-rosa o Chandon Rosé Brut traz requintados aromas com toques de morango e cereja assim como um envolvente paladar fino e aveludado com muito equilíbrio entre as uvas Pinot Noir, Chardonnay e Riesling Itálico.

Clássico “assemblage” de uvas da região da Serra Gaúcha: Riesling Itálico, Chardonnay e Pinot Noir, sendo esta última submetida a uma maceração suave e rápida para extrair a cor, sem nenhuma adstringência e com toda a riqueza aromática de frutas vermelhas da uva tinta.

A degustação do Chandon Rosé Brut começa pela sedução da reluzente e delicada cor rosada lembrando a flor da cerejeira do Japão junto às características de uma ótima efervescência: borbulhas finas, ativas e numerosas com uma espuma abundante formando um colarinho persistente na taça.

Continua conquistando pela sinfonia de aromas a frutas vermelhas como o morango, a amora e a cereja com toques sutis de especiarias doces. E leva ao prazer de uma experiência sensorial única de um paladar extremamente equilibrado: ataque com refrescância, seguido imediatamente da sensação aveludada de grande maciez com volume oriunda do harmonioso “assemblage” e da cremosidade conferida pelas leveduras da segunda fermentação, balanceado com a justa proporção de licor de expedição e com um final agradável meio-persistente sobre toques de frutas vermelhas.

Harmoniza tipicamente com saladas diversas; carpaccios; aves, cordeiro e leitão; peixes crus ou grelhados como o salmão ou o atum; queijos neutros e sobremesas não muito doces a base de frutas vermelhas. Ótimo também no aperitivo e ou para ser desfrutado durante a noite.

Tamanhos: Baby (187 ml) Garrafa (750 ml) Magnum (1,5 L) Jeroboam (3 L).

Harmoniza com:
  • Aperitivos e entradas;
  • Frutos do mar (cru, grelhado ao vapor);
  • Massas e Risotos;
  • Aperitivo com ou sem amuse-bouches;
  • Saladas com tomate ou frutas vermelhas;
  • Carpaccios diversos;
  • Sushis e sashimis;
  • Atum cru ou levemente grelhado;
  • Carnes magras de sabor leve e mal passadas;
  • Pratos ou saladas a base de cogumelos;
  • Queijos leves;
  • Sobremesas a base de frutas vermelhas.

Espumante Chandon Riche Demi-Sec

Chandon: conheça a marca do grupo LVMH

Levemente suave, o Chandon Riche harmoniza o frescor do Riesling Itálico com os aromas frutados do Chardonnay e cresce em complexidade e maciez com a típica estrutura do Pinot Noir.

Elaborado a partir de um “assemblage” das variedades Riesling Itálico, Chardonnay e Pinot Noir. Apresenta uma cor amarela dourada, uma espuma abundante com formação de um colarinho bem definido e borbulhas finas, numerosas.

Os aromas lembram doce de laranja e frutas secas como uva passa, figo com toques de mel. No paladar, após um ataque de boa acidez, uma sensação de cremosidade oriunda da maciez conferida pelo vinho base e pelo licor revela a harmonia e a complexidade deste sutil equilíbrio.

Acompanha as sobremesas, tortas e bolos, sorvete de creme, patês e mousses, queijos de mofo azul, peixes servidos com molhos mais ricos em manteiga e massas com molho branco. É também uma opção interessante para o aperitivo.

Tamanhos: Baby (187 ml) Garrafa (750 ml).

Harmoniza com:
  • Aperitivos e entradas;
  • Frutos do mar (molhos mais gordurosos);
  • Massas e risotos (molho branco, de queijo);
  • Carnes brancas, aves (molhos agridoces);
  • Sobremesas;
  • Queijos de mofo azul (gorgonzola, roquefort);
  • Patês e mousses de entrada;
  • Pratos com molhos agri-doce ou picante;
  • Torta de maçã.

Espumante Chandon Passion Rosé Demi-Sec

Chandon: conheça a marca do grupo LVMH

Suave e delicado, o Chandon Passion traz toda a expressão aromática de frutos tropicais das uvas Malvasia de Cândia e Moscato Canelli que, associadas à uva Pinot Noir, conferem a este sensual espumante sutis tons rosados.

Espumante meio doce elaborado a partir de um “assemblage” original e ousado das variedades Malvasia de Cândia, Moscato Canelli e Pinot Noir. Apresenta uma cor levemente salmão, uma espuma abundante com formação de um colarinho bem definido e borbulhas finas, ativas e numerosas.

Os aromas frutados lembram o maracujá, o pêssego, a lichia e o jambo com toques florais de rosas. No paladar, após um ataque de acidez, a maciez do vinho base e do licor revelam a harmonia e a complexidade deste sutil equilíbrio, com um final intenso a frutas tropicais.

Harmoniza com o salmão, as sobremesas e as saladas de frutas tropicais. Pode ser também servido como aperitivo com duas pedras de gelo ou simplesmente para acompanhar momentos românticos.

Tamanhos: Garrafa (750 ml).

Harmoniza com:
  • Aperitivos e entradas;
  • Frutos do mar;
  • Sobremesas;
  • Massas e pizzas;
  • Salmão com diversos preparos;
  • Peixes com molho de maracujá;
  • Sobremesas a base de frutas vermelhas.

Espumante Chandon Excellence Cuvée Prestige Brut

Chandon: conheça a marca do grupo LVMH

Considerado o melhor espumante natural das Américas, o Excellence Cuvée Prestige possui uma elaborada combinação das uvas Chardonnay e Pinot Noir transformando-se no mais sofisticado dos vinhos.

Os vinhos provenientes das variedades Chardonnay e Pinot Noir, selecionadas exclusivamente nas melhores quadras dos vinhedos da Chandon, permitiram aos enólogos de criar esta “cuvée” especial. No visual, caracteriza-se por sua cor amarela dourada, por sua espuma abundante e persistente com formação de um amplo colar no contorno da taça, e por seu belíssimo “perlage” de borbulhas ativas, muito finas e numerosas.

Seu aroma lembra frutas como ameixa preta, cítricos maduros, amêndoa em harmonia com notas de torrefação (pão torrado, café) e toques sutis de especiarias doces como canela, cravo e caramelo.

O paladar começa por um franco ataque de acidez e continua com um equilíbrio harmonioso graças à generosa maciez oriunda das uvas maduras, acentuada pela cremosidade da levedura e a percepção das sensações de volume, corpo e amplidão do Pinot Noir. O final, de longa persistência, revela aromas a cítricos maduros e frutas secas com toques de torrefação.

Degustar no aperitivo ou em harmonização com pratos a base cogumelos, camarão e lagosta, peixes refinados, carnes brancas (tipicamente aves) e outros pratos finos levemente temperados.

Tamanhos: Garrafa (750 ml).

Harmoniza com:
  • Aperitivos e entradas;
  • Frutos do mar;
  • Saladas simples ou complexas;
  • Massas e risotos (com frutos do mar);
  • Carnes brancas, aves;
  • Carnes vermelhas;
  • Sushis e sashimis;
  • Camarão e lagosta;
  • Medalhões de vieira;
  • Queijos leves;
  • Sobremesas.

Espumante Chandon Excellence Cuvée Prestige Brut Rosé

Chandon: conheça a marca do grupo LVMH

No visual, caracteriza-se por sua delicada cor rosada de intensidade média lembrando a casca da lichia com leves reflexos alaranjados. Mostra uma ótima efervescência caracterizada por borbulhas muito finas, ativas, numerosas e uma espuma abundante formando um colarinho persistente na taça.

Seu aroma complexo lembra frutas vermelhas como morango, framboesa em harmonia com notas leves de torrefação (crosta de pão) e toques sutis de licor de frutas negras como jabuticaba, pão de mel, fumo e trufa.

O paladar começa por um bom ataque de acidez e logo se equilibra com uma harmoniosa untuosidade oriunda das uvas maduras, acentuada pela cremosidade adquirida pelo longo envelhecimento em contato com a levedura e a percepção das sensações de volume, corpo e amplidão típicas do Pinot Noir. O final, de longa persistência, revela aromas a frutas vermelhas e negras com toques de frutas secas, especiarias e torrefação.

Tamanhos: Garrafa (750 ml).

Harmoniza com:
  • Aperitivo;
  • Pratos ou saladas a base de cogumelos crus ou cozidos;
  • Carpaccios diversos;
  • Camarão e lagosta;
  • Medalhões de vieira;
  • Peixes de sabor leve a marcante, preferencialmente grelhados, com molhos levemente apimentados;
  • Aves e outras carnes brancas (de criação ou caças), especialmente com molhos a base de frutas vermelhas ou negras;
  • Cortes magros de cordeiro ou leitão preparados ou acompanhados com tomate, berinjela, tomilho, alecrim, azeitonas;
  • Queijos meio-fortes.

E aí, já adquiriu sua garrafa de Chandon? Se ainda não, clique aqui e confira as opções. Não perca tempo e permita-se degustar de um maravilhoso Espumante Chandon.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *